vamos ler juntes?


O Clube do Livro do Design nasceu no ano de 2020 com o propósito de criar um ambiente de troca de referências e diálogo entre designers gráficos e interessades através da leitura de livros de design gráfico e áreas relacionadas. A segunda temporada inicia em janeiro em 2021 com várias novidades! Nada melhor do que ler um livro e ter gente com quem conversar, não é mesmo? ︎


︎como funciona?
︎quais são os livros?
︎︎︎SPIN-OFF: série biografias
︎quem faz?
︎depoimentos
︎fale com a gente



assine nossa newsletter
ilustrações maria julia moreira/terezabettinardi.com

Mark

spin-off:
série biografias


A gente adora inventar mais coisa para fazer e achamos que vocês também iriam curtir esta ideia. A partir de fevereiro de 2021, teremos também uma série de aulas sobre a biografia de alguns designers. Vai funcionar assim: você recebe o link com as aulas adquiridas gravadas falando sobre a vida, obra e conexões de um/a designer. As aulas podem ser vistas em qualquer momento até 31/12/21. Esta iniciativa é feita em parceria com o designer Guilherme Falcão, que ministrará algumas aulas. Confira o cronograma! Você pode fazer a compra individual de cada aula ou ainda o pacote completo.

ATENÇÃO: o mínimo de participantes para realização das aulas é de 50 alunes. Caso o número mínimo não seja atingido, o valor será reembolsado integralmente.


MURIEL COOPER por Guilherme Falcão
Muriel Cooper (1925-1994) é designer gráfica, diretora de arte, editora e professora. Ao longo de sua carreira, Muriel foi muitas coisas, mas foi através de sua atuação coordenando o Visible Language Workshop, do MIT, que ela vislumbrou o futuro, acreditando que um dia o trabalho de design seria feito nos computadores. Cooper pode ter morrido em 1994, mas suas ideias, sua pesquisa e seu trabalho deram forma ao mundo em que vivemos hoje.

CORITA KENT por Tereza Bettinardi
Depois de ter lido “Learning by the Heart" da incrível Corita Kent no Clube do Livro do Design em 2020, uma coisa ficou clara: é preciso espalhar sua palavra! Corita Kent (1918-1986) foi uma freira católica, artista e educadora que viveu e trabalhou em Los Angeles, California. Estudou artes visuais e em sua carreira como artista juntou duas de suas maiores paixões: a técnica da serigrafia e a linguagem da arte Pop de Andy Warhol. “Todos nós podemos conversar, todos podemos escrever, e se os bloqueios forem removidos, todos nós podemos desenhar, pintar e fazer coisas". A sua prática e seus escritos servem para nos lembrar que a humanidade vale a pena! Venha conhecer e se encantar com Corita.

ROGÉRIO DUARTE por Guilherme Falcão
O trabalho de Rogério Duarte (1939-2016) é a síntese visual do movimento artístico mais importante do Brasil no século XX, e talvez de toda a nossa história: a Tropicália. Mentor intelectual, designer iconoclasta, pensador cultural. Seus trabalhos nos cercam e brilham com importância até hoje, mas sua biografia guarda um enigmático segredo: o que o motivou a largar o design, e nunca mais olhar para trás?

TIBOR KALMAN por Tereza Bettinardi
Você se lembra do momento exato em que decidiu ser designer gráfico? Você pode citar uma influência forte no design gráfico, independentemente da aparência de seu trabalho? Tibor Kalman (1949–1999) nasceu em Budapeste e mudou-se para Nova York, depois que ele e sua família fugiram da Hungria para escapar da invasão soviética. Nos anos de 1990, Kalman tornou-se editor-chefe fundador da revista Colors, uma iniciativa patrocinada pela Benetton. Anunciada como uma ‘revista sobre o resto do mundo', a Colors focou no multiculturalismo e na consciência global. O legado de Tibor sobre como os designers pensam — na verdade, como eles definem seus papéis na cultura e na sociedade — é indiscutível e serei eternamente grata por isso!